Conheça 4 doenças ocupacionais causadas por agentes químicos

Acidentes e doenças ocupacionais representam um crescente desafio em diversos setores industriais. Cada vez mais, as instituições estão reconhecendo a importância de investir em Segurança do Trabalho, não apenas para evitar custos com indenizações e tratamentos médicos, mas também para preservar a capacidade e integridade física dos trabalhadores. Especial atenção é requerida em atividades que envolvem condições de risco elevado, como a manutenção e o manuseio de agentes químicos. 

Você está ciente dos riscos associados a doenças ocupacionais, especialmente aquelas causadas por agentes químicos? Então acompanhe este artigo!  

Não se esqueça de curtir a nossa FanPage e ficar por dentro de todas as dicas e novidades!        

Todos os dias temos conteúdo novo e gratuito sobre temas que irão facilitar a avaliação de Agentes Químicos para Higiene Ocupacional. Um conteúdo técnico e direcionado para a área. Aproveite e siga meu perfil no Instagram @leandromagalhaes_oficial para ficar por dentro de tudo! 

 

O que são doenças ocupacionais? 

Doença ocupacional refere-se a qualquer condição adversa de saúde adquirida ou agravada em função da atividade profissional. Tais doenças podem resultar tanto de atividades rotineiras quanto de tarefas mais complexas e estão intimamente relacionadas ao tipo de trabalho executado pelo indivíduo. 

Essas condições de saúde são frequentemente desencadeadas pela exposição a agentes nocivos, especialmente quando não há proteção adequada ou quando a exposição ocorre em níveis superiores aos permitidos por lei, seja por períodos curtos ou prolongados. Os agentes causadores podem ser classificados em: 

  • Radioativos; 
  • Físicos; 
  • Biológicos; 
  • Químicos. 

Comumente, as doenças ocupacionais afetam o sistema respiratório e a pele. Seu desenvolvimento pode variar, surgindo de maneira imediata ou mesmo após anos de exposição ao agente causador. É importante frisar que as doenças ocupacionais são diferentes de acidentes de trabalho, mas para fins legais, essas doenças são equiparadas a eles, conferindo aos trabalhadores afetados direitos similares. 

Quais doenças ocupacionais podem ser causadas por agentes químicos? 

  1. Dermatose ocupacional

A dermatose é uma doença de pele caracterizada por manifestações alérgicas constantes. Essas manifestações podem se dar por meio da formação de bolhas, coceiras, inflamações e descamação da pele. 

Além da exposição prolongada a agentes nocivos químicos, a dermatose também pode ser causada por riscos físicos, biológicos, alta luminosidade ou radiação.   

  1. Câncer

Apesar de ser uma doença que afeta grande parte da população, o que muitos não sabem é que um câncer pode ser desenvolvido em ambientes de trabalho. Tumores de pulmão, pele, fígado, bexiga, laringe e até leucemia podem estar ligados às condições de trabalho. 

Há uma gama de possibilidades quanto às causas dessa doença, mas a exposição diária a agentes químicos cancerígenos como níquel, cromo, urânio e benzeno pode ser uma delas.   

  1. Doenças respiratórias

Entre todas as doenças ocupacionais, as respiratórias são as mais frequentes, porque muitos fatores podem contribuir para o aparecimento de problemas. 

Inalar agentes químicos tóxicos por longos períodos, por exemplo, pode resultar em uma alergia crônica. Caso não seja solucionada, essa alergia levar a problemas respiratórios graves, como a obstrução das vias aéreas.  

A asbestose, por exemplo, é frequentemente encontrada em trabalhadores expostos a poeiras de amianto.   

  1. Problemas de visão

Dependendo da função ou da atividade exercida pelo trabalhador, seus olhos podem estar vulneráveis a vários riscos. A exposição a agentes físicos e mecânicos costuma ser bem conhecida, mas devemos nos atentar também aos agentes químicos, biológicos e ao esforço demasiado.   

Essas doenças podem se tornar perceptíveis quando o funcionário começa a sentir leves desconfortos nos olhos, podendo progredir para transtornos mais graves, catarata ou cegueira.

 

Como evitar doenças ocupacionais causadas por agentes químicos? 

A prevenção das doenças ocupacionais relacionadas a agentes químicos começa com a valorização da condição laboral dos trabalhadores, promovendo um ambiente de trabalho saudável e produtivo. É fundamental que todos os membros da equipe tenham o direito de trabalhar em condições seguras. 

Isso envolve o uso consciente dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) apropriados para cada função. As empresas devem não apenas fornecer esses equipamentos, mas também esclarecer sua importância e oferecer treinamento adequado, fomentando uma cultura de saúde e segurança no trabalho. 

Além disso, é crucial lembrar que a utilização de EPIs não deve ser a única estratégia de controle. Realizar análises químicas do ar e adotar medidas preventivas para controlar os riscos químicos são essenciais. Estimular comportamentos seguros e, se necessário, buscar auxílio de instituições especializadas em Segurança do Trabalho pode reduzir acidentes e custos relacionados. 

Para fortalecer ainda mais essa abordagem preventiva, a aplicação do Método HO Fácil se mostra essencial. Este método foi desenvolvido para oferecer uma abordagem clara e eficiente na identificação e avaliação de agentes químicos, garantindo um ambiente de trabalho seguro e em conformidade com as normas regulatórias. Através do Método HO Fácil, a gestão de riscos químicos torna-se mais acessível e direta, contribuindo significativamente para a minimização dos riscos à saúde dos trabalhadores. Clique aqui e saiba mais para ficar 100% seguro na avaliação de riscos químicos.  

 

Quer complementar o assunto? Assista a aula abaixo:

 

Inscreva-se em nosso canal do Youtube clicando aqui. 

Por: Leandro Magalhães

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
Gmail

26 de maio

Primeiros Passos na Identificação de Reações de Agentes Químicos