5 conceitos da ACGIH para elaborar inventários de riscos químicos

5 conceitos da ACGIH para elaborar inventários de riscos químicos

5 conceitos da ACGIH para elaborar inventários de riscos químicos

Os profissionais que dominam os agentes químicos para higiene ocupacional entendem com facilidade esses 5 conceitos primordiais da ACGIH para elaborar o inventário de riscos químicos e consequentemente se destacam no mercado de higiene ocupacional. 

Acompanhe este artigo! 

Não se esqueça de curtir a nossa FanPage e ficar por dentro de todas as dicas e novidades!       

Todas as terças-feiras às 19h temos nossas aulas gratuitas sobre temas que irão facilitar a avaliação de Agentes Químicos para Higiene Ocupacional. Um conteúdo técnico e direcionado da área. Toda semana um assunto novo. Aproveite e se inscreva para a live da próxima semana,  clique aqui  e garanta a sua vaga! 

Saber ler e interpretar o livreto da ACGIH é essencial para realização de um bom trabalho de higiene ocupacional. Quando o assunto é PGR – Programa de Gerenciamento de Riscos Ocupacionais isso se torna ainda mais evidente. Já que o livreto da ACGIH é uma valiosa fonte de informações para elaboração do inventário de riscos químicos. 

Diante disso, trouxe aqui os cinco conceitos da ACGIH que todo higienista ocupacional precisa compreender. 

1- Limites de exposição Ocupacional da ACGIH 

Eles referem-se às concentrações dos agentes químicos abaixo das quais, se acredita, que a maioria dos trabalhadores possa estar exposta, repetidamente, dia após dia, durante toda uma vida de trabalho, sem sofrer efeitos adversos à saúde. 

No livreto da ACGIH, temos 7 tipos de limites: TWA, STEL, Teto, Pico, Asfixiantes, Limites de superfície e Limites para misturas. 

2- Solúveis x Insolúveis 

Para vários limites de exposição, a ACGIH diferencia entre compostos solúveis ou insolúveis em água ou nos fluidos corpóreos. Neste caso, deve-se identificar bem o composto e pesquisar informações sobre a sua solubilidade para definir qual limite é aplicável. 

3- Inorgânicos x Orgânicos 

Também temos limites para compostos inorgânicos e outros para compostos orgânicos. Assim, é primordial saber identificar quais compostos estão presentes e quais podem ser gerados no ambiente de trabalho e diferenciar os inorgânicos dos orgânicos. 

4- Notações e abreviações 

O livreto da ACGIH traz inúmeras notações e abreviaturas importantes. Todos as notações sobrescritas no limite estão detalhadas na contracapa do livreto. Sem o correto entendimento das notações, as coletas de agentes químicos não serão realizadas corretamente. Além disso, algumas notações indicam o efeito da substância química no organismo de acordo com a sua toxicidade.  

5- Base do TLV 

A coluna Base do TLV da tabela de limites do livreto da ACGIH, indica os efeitos ou doenças que podem ser causados pela exposição ao agente químico no organismo e os órgãos alvos atingidos por ele. Essas informações são muito importantes para compreensão dos perigos das exposições ao agente químico. 

A HO Fácil realiza treinamentos e palestras de Higiene Ocupacional com a finalidade de preparar profissionais para se destacarem no mercado de saúde e segurança do trabalho. Oferecemos formação profissional para que nossos alunos dominem os riscos químicos, físicos e biológicos. Se você quer ficar 100% preparado para atuar no mercado de Higiene Ocupacional com segurança e confiança chegou a sua hora.  Contate-nos e saiba mais! 

Quer complementar o assunto? Assista a aula abaixo: 

Inscreva-se em nosso canal do Youtube clicando aqui. 

Por: Leandro Magalhães

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
Gmail

5 de agosto

Pare de analisar Fumos Metálicos em Higiene Ocupacional