Varredura de Solventes para Análise de Naftas

Se você está fazendo uma análise de varredura de solvente para naftas você pode estar cometendo um grande erro! Acompanhe neste artigo os erros mais comuns do uso de varredura de solventes e como este método pode ser aplicado.

Não se esqueça de curtir a nossa FanPage e ficar por dentro de todas as dicas e novidades!

A Varredura de Solventes

A varredura de solventes é um teste quantitativo, essencialmente equivalente aos métodos OSHA e NIOSH individuais já utilizados. O desenvolvimento do método para análise de vários solventes a partir de uma só corrida é obtido através de ajustes em relação aos métodos originais, uma vez que é necessário utilizar um único solvente para dessorção do agente químico do carvão ativo. A abordagem mais ampla para estas análises é obtida pelo método OSHA 7 para análises de vapores orgânicos coletados em tubos de carvão ativo.

Análise de Naftas x Varredura de Solventes

Naftas são compostos derivados de petróleo. Quando o petróleo é destinado na refinaria ele é quebrado em diferentes porções de acordo com a temperatura de ebulição dos componentes. A gasolina e querosene são exemplos de naftas ou seja , nada mais do que um conjunto de hidrocarbonetos que variam de acordo com o ponto de ebulição.

Uma análise de varredura de solventes não deve ser aplicada para caracterizar uma nafta, porque muitos desses hidrocarbonetos componentes das naftas não estão presentes na análise de varredura de solventes, a qual foi parametrizada para solventes de tintas. Para uma boa análise de naftas você deve recorrer à ACGIH e verificar o anexo H.

A varredura de solventes é um método quantitativo confiável para os agentes inclusos na lista de compostos fornecidos pelo laboratório. Porém é imprescindível que o higienista ocupacional realize todas as etapas da higiene ocupacional, que são ANTECIPAR, RECONHECER, AVALIAR E CONTROLAR.

A Varredura de Solventes é limitada a uma lista determinada de agentes químicos. Cada laboratório oferece um grupo de agentes que devem ser conhecidos antes da realização da análise.

A Analytics desenvolveu uma lista de agentes englobando as análises mais solicitadas pelos clientes e de acordo com os solventes mais encontrados no mercado. Veja a lista:

1,1,1-Tricloroetano, 1,2,4-Trimetilbenzeno, 1,2-Dicloroetano, 1,4-Dioxano, Acetato de n-Butila, Acetato de Etila, Acetato de n-Propila, Acetona, Benzeno, Ciclohexanona, Cloreto de Metileno, Clorobenzeno, Decano, Estireno, Etilbenzeno, Heptano, Hexano, Isooctano, Metiletilcetona, Metilisobutilcetona, Octano, Pentano, Percloroetileno, Tetrahidrofurano, Tolueno, Tricloroetileno, 1,2,4- Trimetilbenzeno, o-Xileno, m-Xileno e p-Xileno.

Veja neste artigo como utilizar a análise de varredura de solventes e como ela pode ser o passo inicial para a identificação das exposições.

A HO Fácil realiza treinamentos e palestras de Higiene Ocupacional com a finalidade de preparar profissionais para se destacarem no mercado de saúde e segurança do trabalho. Oferecemos formação profissional para que nossos alunos dominem os riscos químicos, físicos e biológicos. Se você quer ficar 100% preparado para atuar no mercado de Higiene Ocupacional com segurança e confiança chegou a sua hora.  Contate-nos e saiba mais! 

Confira o vídeo completo, disponível no Youtube: Varredura de Solventes para Análise de Naftas

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=KUCErEmRY-E[/embedyt]

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
Gmail

12 de agosto

NÃO COMETA ESSES 3 ERROS USANDO O ANEXO 13 DA NR15