Riscos químicos em materiais de recobrimento

O trabalho de pintura implica riscos físicos e químicos significativos para o trabalhador, e a maior parte dos riscos químicos provém dos materiais de recobrimento. Portanto, compreender a composição desses materiais é fundamental para implementar medidas eficazes de controle e prevenção, visando um ambiente de trabalho mais seguro.  

Não se esqueça de curtir a nossa FanPage e ficar por dentro de todas as dicas e novidades!        

Todos os dias temos conteúdo novo e gratuito sobre temas que irão facilitar a avaliação de Agentes Químicos para Higiene Ocupacional. Um conteúdo técnico e direcionado para a área. Aproveite e siga meu perfil no Instagram @leandromagalhaes_oficial para ficar por dentro de tudo!  

 

O que são materiais de recobrimento? 

O material de recobrimento é aplicado sob a superfície para proteção, de forma geral, é constituído de um agente aglomerante, que são resinas poliméricas, solventes orgânicos ou inorgânicos, aditivos e pigmentos.   

Algumas tintas são compostas por aditivos, como biocidas, que evitam a proliferação dos fungos ao longo do tempo. Alguns dos pigmentos são metálicos, os mais comuns e mais tóxicos são: cromo, cádmio e chumbo. Hoje em dia, estes materiais tendem a não estar mais presentes na composição das tintas, porém ainda é possível encontrá-los.   

No setor de construção, muitas vezes, é necessário realizar o processo de raspagem dessa tinta para a remoção do material de recobrimento, e estes materiais metálicos podem estar presentes, causando um grande risco para o trabalhador e muitas vezes nem levado em conta no reconhecimento de risco.   

Para garantir a segurança durante o trabalho de pintura, recomendamos algumas medidas:   

  • Conheça a composição química da tinta, lendo a ficha de dados de segurança (FDS) do produto. 
  • Use equipamentos de proteção individual (EPIs) apropriados, como luvas, camisas de manga longa, calças compridas e botinas 
  • O ato de lixar parede normalmente desprende grande quantidade de pó. Respiradores são indispensáveis.

A exposição aos riscos químicos e a utilização de produtos químicos podem causar danos físicos e à saúde do trabalhador. Portanto, é vital realizar um reconhecimento de riscos adequado.   

O Método HO Fácil foi desenvolvido para oferecer uma abordagem clara e direta no reconhecimento e avaliação de agentes químicos para Higiene Ocupacional, garantindo um ambiente de trabalho seguro e em conformidade com as normas regulatórias. CLIQUE AQUI e comece a transformar a sua gestão de riscos. 

 

E o que são os agentes aglomerantes?  

Podemos classificar a tinta e o verniz como agentes aglomerantes, são eles os responsáveis pela fixação destes materiais em uma superfície. Os aglomerantes são materiais com propriedades ligantes, e quando misturados com a água, formam uma pasta que endurece por processos devido às reações químicas ou por secagem. Sendo assim essenciais na composição dos materiais de recobrimento.   

Compreender a composição e as características dos materiais de recobrimento, como os agentes aglomerantes, é fundamental para a implementação de medidas de controle e prevenção eficazes. A adoção de práticas seguras, juntamente com o uso correto de equipamentos de proteção individual, minimiza os riscos para os trabalhadores e garante a realização de um trabalho de qualidade e seguro. Este conhecimento não só protege a saúde dos trabalhadores, mas também contribui para a manutenção de ambientes de trabalho seguros e conformes com as regulamentações vigentes.  

Quer complementar o assunto? Assista a aula abaixo: 

Inscreva-se em nosso canal do Youtube clicando aqui. 

Por: Leandro Magalhães

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
Gmail

26 de maio

Primeiros Passos na Identificação de Reações de Agentes Químicos