Preciso fazer a calibração das bombas entre as trocas de amostras?

Neste artigo vamos responder uma dúvida muito frequente que chega através dos nossos principais canais de comunicação: Imagine que você precisa fazer a coleta de um agente com média ponderada no tempo, ou seja, cumprir 6h, 7h ou até 8h de coleta deste agente, mas é preciso utilizar vários tubos para realizar a coleta.

A pergunta é: Preciso fazer a calibração da bomba entre as trocas de tubos durante a coleta de um agente químico?

Acompanhe o nosso artigo e saiba mais!

Não se esqueça de curtir a nossa FanPage e ficar por dentro de todas as dicas e novidades!

O que é uma calibração?

A calibração é um procedimento que visa encontrar o erro presente no equipamento, ou seja, é necessário comparar os resultados de medição do instrumento com uma referência tida como verdadeira e, se houver grandes distorções, o equipamento é enviado para manutenção. Essa calibração é determinada conforme a utilização do equipamento.

Por isso o que é feito antes e depois da amostragem é a aferição do equipamento, mas nesse caso vamos continuar chamando de calibração, pois foi assim difundido no nosso meio.

Saiba mais sobre Periodicidade de Calibração e Equipamento para a área de saúde e segurança do trabalho, neste artigo.

A calibração da bomba deve ser feita entre as trocas das amostras?

O ideal seria fazer a calibração, pois você poderia checar em cada etapa da troca se houve essa variação ou não  e, a partir daí, seria possível identificar onde está o problema. Entretanto, este processo é impraticável no nosso dia a dia, por isso, eu Leandro Magalhães, não recomendo você fazer isso.

Faça a coleta normal trocando os tubos durante a jornada e faça a verificação da vazão ao final; se a variação da vazão foi menor do que 5% está tudo ok e você pode aproveitar todas as amostras.  O grande problema deste método é que não é possível identificar em qual momento a variação ocorreu.

A HO Fácil realiza treinamentos e palestras de Higiene Ocupacional com a finalidade de preparar profissionais para se destacarem no mercado de saúde e segurança do trabalho. Oferecemos formação profissional para que nossos alunos dominem os riscos químicos, físicos e biológicos. Se você quer ficar 100% preparado para atuar no mercado de Higiene Ocupacional com segurança e confiança chegou a sua hora.  Contate-nos e saiba mais! 

Confira o vídeo completo, disponível no Youtube: Preciso fazer a calibração das bombas entre as trocas?

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=xH8feRO_ehI[/embedyt]

Por: HO Fácil

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
Gmail

5 de agosto

Pare de analisar Fumos Metálicos em Higiene Ocupacional