O que é a zona respiratória de um trabalhador?

Um agente químico pode causar riscos de várias formas diferentes, ele pode ser absorvido por via dérmica, por ingestão, ou por via inalatório, por exemplo. E para cada uma dessas vias é necessário que haja a exposição de forma que permita a absorção do agente, e para isso que é importante entender o que é a zona respiratória.  

Acompanhe este artigo!  

Não se esqueça de curtir a nossa FanPage e ficar por dentro de todas as dicas e novidades!        

Todas as terças-feiras às 20h temos nossas aulas gratuitas sobre temas que irão facilitar a avaliação de Agentes Químicos para Higiene Ocupacional. Um conteúdo técnico e direcionado da área. Toda semana um assunto novo. Aproveite e se inscreva para a live da próxima semana,  clique aqui  e garanta a sua vaga! 

O que é zona respiratória? 

A zona respiratória é uma área importante para o monitoramento pessoal de agentes químicos transportados pelo ar, pois uma das rotas mais fáceis de entrada no corpo de um trabalhador é pelo nariz ou pela boca. Alguns materiais, como o amianto, podem permanecer nos pulmões do trabalhador por toda a vida e causar danos irreversíveis ao seu estado de saúde.  

Essa zona possui um diâmetro de 30cm de área ao redor do nariz e da boca, e é nesse espaço que deve estar um dispositivo de monitoramento pessoal, podendo ser uma amostrador passivo, um tubo ou um cassete, ou até mesmo medidores de leitura instantânea

Podem ser feitas medições fora da zona respiratória? 

Os limites de exposição ocupacional são para as pessoas, dessa forma, para que o resultado da amostragem possa ser efetivamente comparado com o LEO, é necessário que ela seja feita na zona respiratória de um trabalhador. Assim, essa avaliação representará, de forma mais próxima possível, a exposição a que o trabalhador está sujeito em sua jornada de trabalho. 

Mas isso não impede que sejam feitas amostragem de área, elas são avaliações úteis, mas possuem outro objetivo. A amostragem de área é frequentemente usada para ajudar a avaliar a eficácia de um determinado conjunto de controles de risco. Por exemplo, um depósito que usa ventilação ativa como forma de limitar a exposição dos funcionários a fumaça pode ser inspecionado usando amostragem de área para avaliar a eficácia do sistema de ventilação na remoção de fumaça nociva do local de trabalho.  

A HO Fácil realiza treinamentos e palestras de Higiene Ocupacional com a finalidade de preparar profissionais para se destacarem no mercado de saúde e segurança do trabalho. Oferecemos formação profissional para que nossos alunos dominem os riscos químicos, físicos e biológicos. Se você quer ficar 100% preparado para atuar no mercado de Higiene Ocupacional com segurança e confiança chegou a sua hora.  Contate-nos e saiba mais!  

Inscreva-se em nosso canal do Youtube clicando aqui.  

Por: Leandro Magalhães

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
Gmail

26 de maio

Primeiros Passos na Identificação de Reações de Agentes Químicos