Guia prático para compra de equipamentos para HO 

equipamento amostragem

Guia prático para compra de equipamentos para HO 

Comprar equipamentos para amostragem de agentes químicos deixa muitos profissionais receosos de fazer uma escolha ruim. Muitos aspectos devem ser considerados e nem sempre o equipamento mais caro será o mais indicado. Quer saber tudo o que você precisa para ter segurança nesta decisão? 

Acompanhe este artigo! 

Não se esqueça de curtir a nossa FanPage e ficar por dentro de todas as dicas e novidades!       

Todas as terças-feiras às 19h temos nossas aulas gratuitas sobre temas que irão facilitar a avaliação de Agentes Químicos para Higiene Ocupacional. Um conteúdo técnico e direcionado da área. Toda semana um assunto novo. Aproveite e se inscreva para a live da próxima semana,  clique aqui  e garanta a sua vaga! 

Equipamento de amostragem 

A bomba de amostragem é um equipamento utilizado na Higiene Ocupacional para realização de amostragem ativa de agentes químicos. Ela succiona o ar contaminado com o agente, este ficará retido no filtro acoplado a ela para que a massa da substância seja posteriormente mensurada. A qualidade de um equipamento de amostragem pode impactar diretamente na confiabilidade de suas avaliações de agentes químicos. 

Citaremos aqui, três pontos principais que você deve considerar ao comprar uma bomba de amostragem.  

Faixa de vazão fornecida 

No mercado, existem bombas de alta vazão que trabalham acima de 0,5 L/min e bombas de baixa vazão que fornecem até 0,5 L/min. A vazão a ser utilizada é selecionada de acordo com o tipo de agente químico a ser amostrado. Em geral, gases e vapores são amostrados a baixa vazão e aerodispersóides em alta vazão.  

Algumas bombas são exclusivas para alta e outras apenas para baixa vazão. Mas algumas bombas de alta vazão podem trabalhar em baixa utilizando-se um redutor de fluxo validado. Ao adquirir seu equipamento, tenha ciência se ele atende as avaliações usuais que você necessita realizar. 

Sistema de compensação de vazão  

O seu equipamento precisa fornecer uma vazão constante durante a amostragem a fim de garantir que o volume de ar coletado seja preciso. O cálculo da concentração do agente químico presente no ar é influenciado por este volume. E é essa concentração que será utilizada para comparação com o limite de exposição ocupacional. 

Sendo assim, é recomendado que a vazão fornecida pela bomba não varie mais que 5% durante a amostragem. Para isso, o seu equipamento precisa possuir um sistema de compensação de vazão. Isso é essencial! 

Mecanismo de aviso de falha 

Utilizar uma bomba de amostragem que possui um mecanismo de aviso de falha poupará tempo e dinheiro em suas avaliações. Isso é necessário para os momentos em que alguma obstrução no fluxo de ar interrompa a sucção. Se a bomba não emitir esse alerta, provavelmente, você prosseguiria com a coleta, mas ela não estaria sendo realizada. Então, após a análise laboratorial, ou a sua conclusão estaria comprometida, caso não identifique que houve um erro, ou terá que repetir a amostragem. 

Por outro lado, algumas bombas além de não emitirem o alerta, elas nem desarmam quando este fluxo é interrompido. O que dará a falsa impressão de que está tudo ocorrendo como deveria. Ao adquirir sua bomba de amostragem, faça um teste: ligue-a e tampe a entrada de ar com o dedo, se ela não desarmar e/ou emitir um alerta, você correrá um risco ao utilizá-la. 

 

A HO Fácil realiza treinamentos e palestras de Higiene Ocupacional com a finalidade de preparar profissionais para se destacarem no mercado de saúde e segurança do trabalho. Oferecemos formação profissional para que nossos alunos dominem os riscos químicos, físicos e biológicos. Se você quer ficar 100% preparado para atuar no mercado de Higiene Ocupacional com segurança e confiança chegou a sua hora.  Contate-nos e saiba mais! 

 

Quer complementar o assunto? Assista a aula abaixo: 

 

 

Inscreva-se em nosso canal do Youtube clicando aqui. 

Por: Leandro Magalhães

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
Gmail

5 de agosto

Pare de analisar Fumos Metálicos em Higiene Ocupacional