Avaliação de cálcio no laboratório de Higiene Ocupacional

O cálcio e seus compostos são amplamente utilizados na indústria. Compostos de cálcio são encontrados em aplicações agrícolas, farmacêuticas, na alvenaria, mineração e várias outras atividades. Além da versatilidade, compostos de cálcio também podem promover riscos ocupacionais para aqueles expostos a esses agentes, é o que prevê a ACGIH em seus estudos. No entanto, você está preparado para fazer essas avaliações? Hoje, vou te mostrar como são feitas essas avaliações dentro do laboratório de Higiene Ocupacional.  

Acompanhe este artigo! 

Não se esqueça de curtir a nossa FanPage e ficar por dentro de todas as dicas e novidades!        

Todas as terças-feiras às 20h temos nossas aulas gratuitas sobre temas que irão facilitar a avaliação de Agentes Químicos para Higiene Ocupacional. Um conteúdo técnico e direcionado da área. Toda semana um assunto novo. Aproveite e se inscreva para a live da próxima semana,  clique aqui  e garanta a sua vaga! 

 

Como o laboratório analisa um metal?  

Existem diversos métodos para avaliação de metais, porém, o mais utilizado nos laboratórios devido a eficiência, praticidade e ótimos resultados é o ICP-AES (Espectrometria de Emissão Atômica por Plasma Acoplado Indutivamente) ou ICP-OES (Espectrometria de Emissão Óptica por Plasma Acoplado Indutivamente). Esse método de análise quantifica o íon metálico presente, ou seja, em uma amostra é avaliado o íon ferro e não o óxido de ferro, por exemplo. 

 

Diferença de hidróxido de cálcio, óxido de cálcio e cálcio  

Cálcio, óxido de cálcio e hidróxido de cálcio são compostos químicos diferentes que contêm o elemento cálcio, mas possuem propriedades distintas e são usados para finalidades diferentes. O cálcio é um elemento químico com o símbolo Ca e peso molecular de 40g, o hidróxido de cálcio é um composto de fórmula química é Ca(OH)2 e peso molecular de 74,1g, e o óxido de cálcio é um composto de fórmula molecular CaO e peso molecular de 56,08g. 

 

Resultado do laboratório  

Assim, ao solicitar uma análise de uma amostra de hidróxido de cálcio ou óxido de cálcio, o laboratório irá analisar todo o cálcio presente em sua amostra. Logo, todos os outros compostos de cálcio serão contabilizados no resultado final. Para que o laboratório reporte o hidróxido de cálcio referente a essa amostra será feito o cálculo estequiométrico do cálcio avaliado com o hidróxido de cálcio: 

 

1mol de hidróxido de cálcio —– 1 mol de cálcio
74,1g hidróxido de cálcio —– 40g de cálcio 

 

Assim, com o resultado do laboratório para o cálcio, é realizado o cálculo da concentração de hidróxido de cálcio, pela fórmula: 

Chidróxido de cálcio = Ccálcio x 1,85 

Essa conversão também pode ser feita para outros compostos de cálcio, por exemplo, para converter o resultado para óxido de cálcio a conversão é realizada multiplicando o resultado por 1,4. 

Então, saiba que na prática não importa se você vai solicitar hidróxido de cálcio, ou óxido de cálcio, a avaliação no laboratório será a mesma, e se houver uma mistura dos dois compostos não haverá seletividade na medição do laboratório, o que destaca a grande importância de um reconhecimento de riscos bem-feito. 

A HO Fácil realiza treinamentos e palestras de Higiene Ocupacional com a finalidade de preparar profissionais para se destacarem no mercado de saúde e segurança do trabalho. Oferecemos formação profissional para que nossos alunos dominem os riscos químicos, físicos e biológicos. Se você quer ficar 100% preparado para atuar no mercado de Higiene Ocupacional com segurança e confiança chegou a sua hora.  Contate-nos e saiba mais! 

 

Quer complementar o assunto? Assista a aula abaixo:

Inscreva-se em nosso canal do Youtube clicando aqui. 

Por: Leandro Magalhães

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
Gmail

26 de maio

Primeiros Passos na Identificação de Reações de Agentes Químicos