Atualizações dos Limites de Tolerância na ACGIH

Você ficou sabendo das atualizações referentes aos Limites de Tolerância na ACGIH? Em relação às substâncias químicas este é um ponto primordial que você higienista ocupacional deve ficar atento.

Acompanhe este artigo e saiba mais!

Não se esqueça de curtir a nossa FanPage e ficar por dentro de todas as dicas e novidades!

O que é a ACGIH?

ACGIH é a sigla da American Conference of Governmental Industrial Hygienists ou Conferência Americana de Higienistas Industriais Governamentais. Entre os seus principais objetivos está promover a proteção de trabalhadores expostos a fatores de riscos ambientais. Suas publicações são referências mundiais na análise de riscos físicos, químicos e biológicos.

A ACGIH, entre outros trabalhos, estuda e estabelece os limites de exposição ocupacional para substâncias químicas, agentes físicos e índices de exposição biológicos adotados internacionalmente. 

Quer saber mais sobre a importância de saber ler e interpretar a ACGIH?  Clique aqui e saiba mais!  

Atualizações em 2019

A ACGIH é reconhecida no mundo inteiro como autoridade em Higiene Ocupacional, e suas publicações servem como base para a criação e atualização de normas de trabalho já existentes em todo o mundo, principalmente na área da indústria. Veja o que mudou na atualização da ACGIH deste ano 2019: 

  1. O limite do cobalto agora é para fração inalável. A forma de coleta deste agente também mudou.

Antes, para a coleta do cobalto, era utilizado um cassete de 37mm com filtro de éster celulose. Agora, é obrigatório o uso de IOM ou outro amostrador aplicável para a fração inalável. 

  1. Na nova atualização da ACGIH, tivemos a redução em 10x do limite de fluoreto. Este será um grande desafio para os higienistas e também para os laboratórios de análises químicas. A coleta deverá ocorrer por um tempo maior, para maior sensibilidade da coleta dos agentes e para um resultado abaixo do nível de ação.
  2. O Metil vinil cetona possui agora um limite do tipo teto. 
  3. Monometil formamida passa a ter um limite na atualização de 2019 da ACGIH. 
  4. Éter etílico do monopropilenoglicol também passa a ter limite TWA. 
  5. O estanho inorgânico também mudou. Agora ele passa a ser coletado na fração inalável ao invés da fração total. 

A HO Fácil realiza treinamentos e palestras de Higiene Ocupacional com a finalidade de preparar profissionais para se destacarem no mercado de saúde e segurança do trabalho. Oferecemos formação profissional para que nossos alunos dominem os riscos químicos, físicos e biológicos. Se você quer ficar 100% preparado para atuar no mercado de Higiene Ocupacional com segurança e confiança chegou a sua hora.  Contate-nos e saiba mais! 

Confira o vídeo completo, disponível no Youtube: Atualizações dos Limites de Metais na ACGIH

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=SFcDJqr5QOM[/embedyt]

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
Gmail

5 de agosto

Pare de analisar Fumos Metálicos em Higiene Ocupacional