Amostragem ativa: principais materiais

Tudo o que você precisa saber sobre os principais materiais necessários para amostragem ativa: bomba de amostragem, amostradores e aferidores de vazão para avaliar um agente químico para higiene ocupacional. 

Acompanhe este artigo!  

Não se esqueça de curtir a nossa FanPage e ficar por dentro de todas as dicas e novidades!    

Todas as terças-feiras às 19h temos nossas  lives sobre o que há de mais novo e mais moderno em Higiene Ocupacional. Um conteúdo técnico e direcionado da área. Toda semana um assunto novo e convidados especiais. Aproveite e se inscreva para a nossa live da próxima semana,  clique aqui e garanta a sua vaga!   

A amostragem ativa é a mais comum no meio de Higiene Ocupacional, é um tipo de coleta de agentes químicos que utiliza um dispositivo mecânico, como uma bomba de amostragem pessoal, a fim de succionar o ar e passar a substância através de um meio de coleta para que ela fique retida. 

A utilização deste tipo de amostragem envolve a determinação de uma série de parâmetros como: qual bomba utilizar, se há necessidade do uso de ciclone, redutor de vazão ou suporte IOM, qual tubo ou cassete e em qual vazão devese trabalhar. 

Bomba de Amostragem Ativa

Um erro muito comum é chamar a bomba de amostragem pessoal ou individual de bomba gravimétrica, pois antigamente, a maior parte das análises químicas eram realizadas por gravimetria. Atualmente, existem uma grande variedade de técnicas analíticas que torna o nome bomba gravimétrica obsoleto. 

Amostradores Ativos 

São classificados como amostradores ativos: cassete, tubo, impinger e balão de Tedlar. Os dois últimos tipos apresentam problemas durante a amostragem que não justificam o uso de impinger e balão de Tedlar, já que existem métodos alternativos com confiabilidade, robustez e sensibilidade maiores que os destes. Hoje em dia, é possível utilizar cassetes na grande maioria dos métodos que utilizavam impingers e tubos ou medidores de leitura direta para os métodos que utilizavam balões de Tedlar. 

Aferidores de vazão 

Os dispositivos chamados de calibradores, medidores de vazão ou aferidores de vazão são essenciais para realização de amostragem ativa. Não é necessário levar a bomba de amostragem pessoal para calibrar em um laboratório, pois não existe certificado de calibração de bombas. No entanto, é extremamente necessário aferir a vazão da bomba antes e depois da amostragem para garantir que não houve uma variação maior que 5% da vazão desejada. 

Outros acessórios 

Além destes três equipamentos que são essenciais, também podese precisar de outros acessórios dependendo do tipo de coleta a ser realizada, como separadores de partículas, ciclones, suporte IOM e redutores de vazão. 

Métodos de amostragem 

As metodologias de amostragem validadas pelo NIOSH e OSHA apresentam exatidão de até 25% e pelo menos 95% de confiabilidade estatística. Na descrição dos métodos, há todo o procedimento e materiais que devem ser utilizados, bem como a faixa de vazão e volume de ar indicados.

A HO Fácil realiza treinamentos e palestras de Higiene Ocupacional com a finalidade de preparar profissionais para se destacarem no mercado de saúde e segurança do trabalho. Oferecemos formação profissional para que nossos alunos dominem os riscos químicos, físicos e biológicos. Se você quer ficar 100% preparado para atuar no mercado de Higiene Ocupacional com segurança e confiança chegou a sua hora.  Contate-nos e saiba mais! 

Por: Redator Analytics Brasil

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
Gmail

5 de agosto

Pare de analisar Fumos Metálicos em Higiene Ocupacional